Acompanhamento Processual

Insira seu usuário e senha para acesso ao sistema de acompanhamento processual.

Webmail Corporativo

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Notícias

Antonio Coelho apoia privatização parcial da gestão do Porto de Suape

O deputado Antonio Coelho (DEM) apoiou, nesta quarta (10), a iniciativa do Governo do Estado e do Ministério da Infraestrutura de buscar um parceiro privado para a gestão do Porto de Suape. Coelho considerou necessária a privatização parcial do Complexo Industrial Portuário para garantir sua eficiência, e lamentou o posicionamento manifestado anteriormente pelo governador Paulo Câmara contra a privatização da Eletrobras e da Companhia Hidro Elétrica do São Francisco. No discurso, feito durante a Reunião Plenária, o deputado do DEM ressaltou a declaração feita pelo secretário de Desenvolvimento Econômico, Bruno Schwambach. O gestor reconheceu que o Estado não tem condições de fazer, por conta própria, os investimentos para preservação e modernização do complexo portuário. “A privatização da Eletrobrás e da Chesf também garantiria uma eficiência maior para nosso sistema elétrico e instrumentos para preservar o Rio São Francisco. Mas os governistas disseram que isso seria ‘entreguismo”, avaliou. “A gestão Paulo Câmara tem que abandonar a prática de falar uma coisa na campanha e na hora de governar fazer outra”, concluiu. Líder do Governo, Isaltino Nascimento (PSB) ocupou a tribuna para negar que Suape será privatizada. Segundo ele, haverá uma abertura do capital semelhante à que foi feita com a Copergás. “O capital majoritário continuará sendo pernambucano. O Estado não perderá o controle de Suape”, disse.  De acordo com Nascimento, a opção pela parceria aconteceu para que o Estado possa manter os investimentos em saúde e educação e as despesas com o funcionalismo. “É preciso encontrar alternativas, pois estamos sofrendo um boicote do Governo Federal”, emendou.  
10/04/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia