Acompanhamento Processual

Insira seu usuário e senha para acesso ao sistema de acompanhamento processual.

Webmail Corporativo

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Notícias

Cidadania recebe moradores do Edifício Holiday, sem luz há uma semana

Há oito dias sem energia elétrica, moradores do Edifício Holiday, localizado em Boa Viagem (Zona Sul do Recife), participaram, nesta quarta (13), de Reunião Extraordinária da Comissão de Cidadania. O encontro também contou com a presença de representantes de um colegiado especial para tratar do tema, instalado na Câmara de Vereadores da Capital. Na ocasião, foi acordada a realização de uma audiência pública no dia 19 (terça), às 10h, para a qual serão convidados Celpe, Prefeitura do Recife e Corpo de Bombeiros. Conforme sugestões feitas durante a reunião, nos próximos dias uma força-tarefa, composta por deputados estaduais e vereadores, buscará a Celpe para tratar do restabelecimento do fornecimento de energia. Também haverá encontros com a Prefeitura, o Governo do Estado e o Tribunal de Contas, a fim de analisar possibilidade de apoio financeiro para as correções elétricas necessárias. Além disso, a Procuradoria-Geral da Alepe deve ser acionada para discutir uma possível atuação na esfera judicial. O edifício de 1957, que tem mais de 3 mil moradores em 476 apartamentos, está sem energia elétrica desde o último dia 6. A causa, segundo a Celpe, seria um problema na rede elétrica provocado pelas condições precárias das instalações elétricas do prédio. Amparada por decisão judicial da 2ª Vara Cível da Capital – que negou pedido de reconsideração feito pelo advogado do condomínio –, a concessionária se recusa a fazer a religação, alegando risco iminente de incêndio e acidentes. Durante a reunião, a presidente da Comissão de Cidadania da Alepe, Jô Cavalcanti, do mandato coletivo Juntas (PSOL), expôs a situação dos afetados. Ela citou casos como os de um morador com problema de mobilidade que não consegue descer do 17º andar, bem como de outro que faz uso de serviço de home care e corre risco de morrer. Mencionou ainda pacientes com diabetes que estão sem condições de estocar insulina. “Queremos sensibilizar os deputados e o poder público para trazer uma solução. Recife tem déficit de habitação, por isso é preocupante ver a situação do Holiday. É um imóvel com uma arquitetura única, que pode ser revitalizado se houver interesse municipal e estadual. Todos os entes precisam se implicar para resolver a questão e evitar uma tragédia anunciada”, pontuou a parlamentar. Moradora do prédio, a vendedora Jeane da Silva reforçou o apelo: “Não temos direito de tomar banho de chuveiro, assistir TV, carregar o celular, usar elevador. Depois de andar quilômetros na praia, tenho que subir 15 andares. E a Celpe não vem nos dar satisfação”, disse. De acordo com o síndico do Holiday, José Rufino Bezerra Neto, a concessionária não marcou uma inspeção ou apresentou laudo indicando o que o condomínio precisa corrigir. Integrante da comissão instalada na Câmara Municipal, o vereador Rinaldo Júnior (PRB) relatou a visita realizada, mais cedo, ao Holiday. “O primeiro ato deve ser a religação da energia. O risco de incêndio acontece agora, com as pessoas usando velas”, emendou. O engenheiro Lupercio Luizines, que acompanhou a visita, endossou: “Há apartamentos recebendo energia a partir de ligações clandestinas. O risco é maior ainda”. O deputado João Paulo (PCdoB) sugeriu a desapropriação, com base em possível dívida de IPTU, e revitalização pela Prefeitura. Clarissa Tércio (PSC) propôs o apoio da Procuradoria da Alepe na demanda judicial dos moradores. O deputado William Brigido (PRB) defendeu que o Estado retire os idosos e os coloque em um hotel até que o problema se resolva. Joel da Harpa (PP), por sua vez, frisou que o Holiday se localiza em uma área valorizada do Recife, sendo alvo, possivelmente, do interesse de grandes empreiteiras. O deputado Marco Aurélio Meu Amigo (PRTB), líder da Oposição na Casa, criticou o que chamou de  “descaso da Prefeitura e Governo do Estado”, e reivindicou que se comprometam em financiar a troca das fiações elétricas do Holiday. Os deputados Eriberto Medeiros (PP), presidente da Alepe, e Diogo Moraes (PSB) também estiveram presentes no encontro. Plenário – O assunto também foi tratado por Jô Cavalcanti à tarde, durante a Reunião Plenária da Alepe. Em discurso na tribuna, a representantes das Juntas informou sobre uma visita realizada na tarde da terça (12) ao local. Segundo a deputada, parte dos moradores se retirou do prédio, mas “um bom número ainda permanece”. A psolista disse ainda que, após a reunião da Comissão de Cidadania, recebeu um documento informando que as famílias seriam retiradas. “É justo tirar aquelas família de lá sem ter uma política habitacional decente? A Prefeitura vai entrar na Justiça contra as famílias que estão lá?”, questionou. “Isso não pode acontecer, pois vai aumentar a quantidade de pessoas sem casa. Queremos saber qual é a posição do Governo”, emendou.
13/03/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia