Webmail Corporativo

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Notícias

Equipes da Infância e Juventude apresentam logística de projetos a novos servidores

O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) realizou na última quarta-feira (28/4) uma reunião de acolhimento às novas servidoras das equipes das varas da Infância e Juventude. Na ocasião foram apresentados projetos desenvolvidos pela Coordenadoria da Infância e Juventude do Estado (CIJ). Um outro encontro, com a mesma proposta, já está marcado para o dia 6 de maio. Pela primeira vez, a reunião com os servidores recém-chegados ocorreu de maneira online. Na ocasião, eles foram recepcionados pela coordenadora-adjunta da Infância e Juventude (CIJ), Carla Malta; pelo coordenador do Núcleo Interprofissional de Assessoria Especializada da CIJ (NIAE CIJ), Paulo André Sousa Teixeira; e por outros servidores da Infância e Juventude.  Depois das apresentações pessoais, os organizadores incluíram as servidoras na equipe que compõe a CIJ, apresentando projetos, ações, além de marcos legais normativos da Infância e Juventude. Os projetos apresentados foram: Justiça restaurativa, Sei quem sou, Depoimento Acolhedor, Jornadas Pernambucanas dos Direitos das Crianças e dos Adolescentes, e o Programa Acolher. Detalhes sobre todas essas iniciativas podem ser encontrados no site do TJPE, na página da CIJ. A coordenadora-adjunta Carla Malta explica as vantagens de se realizar uma reunião acolhedora como essa. “É algo que dá uma tranquilidade ao servidor. A melhor forma de dar o primeiro passo para a expertise da rotina, para esses servidores, é através da apresentação da história e do trabalho da CIJ e também se colocando à disposição”, afirmou. Carla Malta falou também da experiência que a reunião traz não só para os novos integrantes do setor como para a equipe da coordenadoria. “É uma troca fantástica entre a experiência dos veteranos com a motivação e a criatividade dos novos servidores para a realização de mais ações”, avaliou. Para a servidora recém-chegada, a psicóloga Antonia Elayne da Silva Cardoso, lotada na Vara da Infância e da Juventude de Arcoverde, a reunião “foi extremamente importante para as pessoas que vão atuar no TJPE”. Ela conta como avaliou o encontro. “Eu me senti extremamente acolhida e valorizada como alguém que está chegando e encontra apoio para não se sentir perdido. Tive a dimensão das atividades que vou desenvolver, graças a apresentação dos projetos, e conclui que a responsabilidade da CIJ vai muito além dos laudos e de questões técnicas. Conta muito o comprometimento com a causa”, relatou. ................................................................................. Texto: Marcelo Dettogni | Ascom TJPE Imagem: Cortesia
29/04/2021 (00:00)
© 2021 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia