Acompanhamento Processual

Insira seu usuário e senha para acesso ao sistema de acompanhamento processual.

Webmail Corporativo

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Notícias

Joel da Harpa diz que Exército não está preparado para policiamento ostensivo e preventivo

Ao lamentar a morte do músico Evaldo Rosa dos Santos, no Rio de Janeiro, assassinado por militares do Exército, o deputado Joel da Harpa (PP) fez, nesta quinta (11),  uma reflexão sobre o papel das Forças Armadas. “O Exército não está preparado para fazer policiamento ostensivo e preventivo.” Na análise do parlamentar, esse problema se dá justamente pela ausência de investimentos nas corporações policiais. “Se tivéssemos uma polícia bem remunerada, qualificada e com bons equipamentos, não haveria a necessidade de ter o Exército nas ruas”, frisou. Por esse motivo, o deputado chamou atenção para a necessidade de o Governo do Estado investir em qualificação profissional, apoio psicológico e melhores salários para as polícias. “Nosso clamor é no sentido de que se aumentem os investimentos, sobretudo no profissional, para que ele possa prestar bem os serviços de segurança”, ressaltou. Joel da Harpa disse reconhecer o papel do Exército brasileiro, sobretudo o trabalho social, além de ter confiança no patrulhamento feito pelos militares nas fronteiras. “Eles estão preparados para defender todo o território nacional, em caso de guerra. A atuação dessa força, principalmente no Sertão, é de extrema importância, ao levar água para os mais pobres, por meio de carros-pipa, bem como no apoio à construção e recuperação de estradas”, prosseguiu. O parlamentar também voltou a defender o porte de armas de fogo pelas Guardas Municipais.
11/04/2019 (00:00)
© 2019 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia