Webmail Corporativo

Clique no botão abaixo para ser direcionado para nosso ambiente de webmail.

Notícias

Trupe do Faz e Conta e o Prata da Casa: arte e comemoração

   O Tribunal de Justiça de Pernambuco (TJPE) realizará a cerimônia Prata da Casa na próxima quarta-feira (28/10). O evento, com início às 15h, agraciará os 163 servidores que estão completando em 2020 seus 25 anos de serviços no Judiciário estadual pernambucano. Toda a solenidade será em modalidade virtual, transmitida pelo canal no YouTube da Escola Judicial de Pernambuco (Esmape). E para deixar esse momento ainda mais especial contará com a participação do grupo de teatro do Tribunal, a Trupe Faz e Conta, e sua homenagem a Clarice Lispector. A Trupe, que completou 20 anos de formação no ano passado, é um grupo de teatro composto por servidores da Casa que amam a arte e são empenhados em usá-la para aproximar o Poder Judiciário e a sociedade. Nos últimos anos foram realizadas persas apresentações, muitas delas em conjunto com ações das Relações Públicas da instituição. Um dos projetos que faz parte da bagagem da Trupe é com a parceria do Portas Abertas. A visita guiada – realizada pelo Cerimonial da Presidência – ganha um espetáculo itinerante chamado Arte e Histórias no Palácio da Justiça, com os atores do grupo dando vida a personagens da história da construção do Palácio.   Para a comemoração, eles prepararam um filme chamado “A paixão segundo Clarice Lispector”, em razão do centenário de nascimento da romancista – uma das maiores escritoras do movimento modernista brasileiro. Sob o roteiro e direção da servidora de Relações Públicas do Cerimonial da Presidência do TJPE, Sônia Bierbard, as atrizes Ruby Silva – assessora do desembargador Fausto Campos, Márcia Passos – servidora da Secretaria de Tecnologia da Informação e Comunicação (SetIc) – e Geraldine Maranhão – assessora-adjunta do Cerimonial da Esmape – encenaram com muito esforço e dedicação a adaptação teatral de persos textos de Lispector. Responsáveis pela iluminação, figurino e demais aspectos técnicos, elas se adaptaram às limitações de suas casas, por causa da pandemia da Covid-19, e contaram com a ajuda de seus familiares e colegas servidores. Inclusive, todos os ensaios também foram realizados virtualmente para essa produção. A atriz Ruby Silva conta que entrou na Trupe após participar de uma oficina de teatro oferecida pela Secretaria de Gestão de Pessoas (SGP). “Eu era muito tímida e sabia que o teatro poderia me ajudar. Essa oficina foi ministrada e dirigida pelo grande artista e amigo Roger Bravo, servidor da casa”, relembra. Ela também é uma das homenageadas no Prata da Casa, mas que esse detalhe lhe passou despercebido até depois de produzir o filme com o grupo. “Dias depois fui olhar quem eram as pessoas homenageadas, foi quando tive a grata surpresa de fazer parte deles. Fiquei feliz, não tinha me dado conta que já tinha se passado 25 anos de TJ”. Ela diz ainda ser de um valor muito especial a oportunidade de contribuir dessa forma para comemorar com seus colegas. ................................................................................................................... Texto: Aryagne Lopes |  Ascom TJPE Imagem 1: Istock Imagem 2: Cortesia 
26/10/2020 (00:00)
© 2020 Todos os direitos reservados - Certificado e desenvolvido pelo PROMAD - Programa Nacional de Modernização da Advocacia